2005/10/16

Uma visita a mais 4 congregações

No último fim de semana da minha visita ao brasil, fui priviligiado por visitar uma das maiores Igreja do Nazareno do mundo (se não a maior) - A Igreja Central de Campinas.


Foi mais uma oportunidade para mais uma vez ver a forma como Deus está operando agora num contexto mais citadino. Enquanto que Nilopólis é uma das áreas suburbanas da cidade do Rio de Janeiro. Campinas é uma cidade por si só. A Igreja Central, como o próprio nome indica, está bem no centro da cidade.

Sem dúvida que as insfraestruturas são deslumbrantes. Uma antiga fábrica que, depois de transformada, resultou nesta bela Igreja, com um santuário bem moderno e acolhedor. Mas, mais importante que isto, e porque a Igreja não são os edifícios mas as pessoas - que experiência profunda os cultos de adoração nesta Igreja.











Como tive a oportunidade de testemunhar a uma das congregações que aqui se reúne no domingo (a das 18:00), uma coisa é ouvir testemunhos sobre o trabalho da igreja, ouvir contar histórias do que Deus está fazendo... outra coisa bem diferente é ter a experiência de adorar a Deus, numa experiência corporativa e ao mesmo tempo bem íntima. Sim a Igreja é grande, é difícil criar um clima de intimidade... mas é possível, se tal for planeado, como ali acontece.

Algo que captou minha atenção é que logo à entrada, qualquer visitante fica sabendo quem são os líderes da Igreja, o que a Igreja acredita, e o que a Igreja pretende alcançar. Esta é uma igreja em que toda a gente fica sabendo o rumo para onde vai. Que diferença, quando em muitos outros casos por nós conhecidos, por vezes nem o pastor sabe para onde está a levar a Igreja...


Outro aspecto que me prendeu a atenção foi o sonho ousado dos líderes da Igreja, e que se tornou num sonho ousado da Igreja. A construção de uma "catedral nazarena" em Campinas. Um templo para 10.000 pessoas, com estacionamento e espaço para a Igreja infantil - sem que ninguém tenha de se preocupar se o seu carro vai ser rebocado, ou onde é que estão os seus filhos. Deus sabe, quando será o tempo para que este sonho se torne em realidade.


Mas em termos ministeriais, e atendendo ao meu background de estudos musicais, a experiência de ver uma orquestra Nazarena tocando hinos, em pleno culto devocional; os corais de casais e crianças; e toda o aspecto musical da adoração - foram dos aspectos que mais me marcaram nesta visita, e que jamais eu irei esquecer...


2005/10/12

Passando o Testemunho

Depois do abençoado fim de semana no Rio, viajei de van (carrinha) para Serra Negra, no estado de São Paulo.

Esta foi uma viagem interessante. 6 horas de viagem, e as últimas horas foram em pé no ônibus (autocarro) porque a van tinha avariado no meio do caminho.




Aqui está uma breve vista de Serra Negra.






Mas que tempo abençoado passámos num retiro de famílias pastorais, com o total de participantes ultrapassando os 300. Foi uma oportunidade para conhecer uma boa parte da liderança do Brasil, pois todos os Superintendentes de Distrito da Área Central do Brasil estavam lá. E vários visitantes das outras Áreas também estiveram presentes.


Dr. Jorge de Barros foi um dos oradores. E suas mensagens nos falaram profundamente como sempre.

Mas este foi também um momento histórico. Foi o tempo de passagem de testemunho no Brasil. Até Agosto de este ano, o Brasil era uma só Área (ou Campo), e tinha um único Director. Em Agosto foi feita a decisão de dividir o brasil em três Áreas e de transformar o Brasil numa sub-região. Então neste retiro houve um momento especial para fazer uma cerimónia de passagem de testemunho.

2005/10/10

Rio de Janeiro -- Terra de Contrastes

Não pudemos deixar de fazer um curto tour pelo Rio de Janeiro. E não é preciso gastar muito tempo neste tour para descobrirmos o Rio de Janeiro como uma terra de contrastes, à semelhança de muitas das grandes cidades da América Latina.



Por um lado, os luxuosos destinos turísticos hoteleiros, inspirando qualquer turista a uma visita.











por outro, a realidade diária da favela.

(Ver mais fotos da viagem)

2005/10/09

Uma Igreja -- 4 Congregações


Aqui no Rio de Janeiro, mais concretamente na Baixada Fluminense, fui encontrar a 1ª Igreja do Nazareno de Nilópolis, a apenas algumas quadras de uma bem famosa escola de samba.

Esta é uma Igreja com mais de 2000 membros. Com uma equipa pastoral dinâmica entre ministros locais, pastores ordenados e pastores licenciados. Tudo sob a liderança do Pr. Pedro Paulo o pastor senior da Igreja.

Esta é uma das igrejas que já tem 4 cultos por domingo (e muitos mais durante a semana). E o mais espantoso, e ao mesmo tempo, extraordinário, é o facto de que cada um dos cultos representa realmente uma congregação diferente. Pois, são poucas as pessoas que se repetem de culto para culto.

Logo após a minha chegada, tive o privilégio de receber o convite do Pr. Pedro Paulo para pregar nesta maravilhosa igreja no culto das 17:00. Um culto de cerca de 1:50min. para permitir ao pessoal do culto das 19:00 entrar em tempo de começar o culto, e do pessoal do outro culto sair. A foto seguinte ilustra bem esta "troca" de assistências...


E em cada culto o número de assistentes era semelhante. Cada culto com pessoas novas chegando pela primeira vez à Igreja, e apesar de ser uma igreja grande (para padrões portugueses), na realidade há espaço para que um visitante que chegue pela primeira vez possa ser apresentado, e cumprimentado pelas pessoas que estão mais próximos dele. Isto é ser corpo! Ser uma comunidade em que nos importamos uns com os outros, independentemente do tamanho que possa ter a a Igreja.

Para que vejam a realidade, depois deste culto das 17:00 horas, chegou o culto das 19:00, e novamente veja-se a assistência:

É uma igreja em que todos se podem sentir benvindos. Até mesmo alguns irmãos invisuais que chegam para assistir ao culto e louvam a Deus com o mesmo fervor e entusiasmo que todos os outros; e ainda irmãos que surdos-mudos que participam na adoração conjunta do corpo... e que lindo que é este ministério! Vê-los integrados em toda a adoração, sob a direcção de uma irmã experiente em linguagem gestual ajudando-os a participar do louvor e adoração.

A Igreja tem de ser o lugar onde todos se sentem benvindos sem excepção, independentemente de raça, côr, incapacidades físicas ou de outra natureza. É o lugar onde o povo de Deus se encontra com o Seu Criador em adoração e louvor, e para escutar a Sua voz profética para os nossos dias.

Apesar de ser um dia com muitas actividades, visto este ter sido um fim-de-semana missionário na Igreja; houve no entanto tempo para quatro dedicações de crianças - duas no culto das 10:00; e as outras no culto das 19:00. Esta é uma igreja que verdadeiramente não pára em todo o ministério que presta à comunidade em que está inserida, e sobretudo, no seu serviço à comunidade da fé...



Esta foi uma experiência especial. Estou grato à Igreja que tão bem me acolheu nestes dias e me proporcionou a oportunidade de conhecer os seus múltiplos ministérios. Desde compaixão, à Rádio, a missões, trabalho com jovens, e crianças, enfim - uma Igreja dinâmica e sobretudo relevante na comunidade em que está inserida.

Seguiremos orando por estes irmãos alí naquela zona tão carenciada do Rio de Janeiro.

2005/10/08

Viagem a Brasil

Hoje estou indo de caminho para o Brasil, onde irei passar 10 dias. Irei ajudar com a organização da administração financeira das três novas Áreas no Brasil, bem como com a organização da sub-região do Brasil.

O trabalho no Brasil se tem desenvolvido de tal forma, que a Igreja Internacional reconheceu a utilidade de ser criada uma nova estrutura de governo dentro de uma Região, chamada de sub-região, a qual actuará com uma certa autonomia da Região - mas sempre havendo uma ligação institucional com a Região.

Nestes dias estarei também assistindo um retiro de pastores em que uma boa parcela da liderança do Brasil estará representada.

====
Quando cheguei, o Pr. Pedro Paulo - Director de Área do Brasil Sul -- foi ao meu encontro no aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro. E logo me passou uma boa notícia -- Portugal foi qualificado para o Mundial. É sempre bom ouvir notícias da terra... ;-)