2005/09/05

Reconhecendo assinaturas

As nossas coisas chegaram no sábado passado ao porto em Buenos Aires. Porém, para retirar as coisas é preciso uma carta de autorização passada ao despachante para agir em nosso nome com assinatura reconhecida por notário.

Mas, para obter isto... descobrimos... temos de levar a carta e assinar na frente do notário a carta, isto mesmo que tenhamos que deixar a assinatura também no livro do notário. Mas essa na serve, então tive de assinar a minha carta duas vezes, e só a segunda assinatura é que conta. :-) E antes de lá ir, temos de saber se podemos lá ir, pois pode o notário não estar lá, ou eles não poderem receber documentos para reconhecer (por outras palavras, não é só entrar, reconhecer e sair - temos de lá deixar o documento).

Mas, para reconhecer isto tudo. Temos de deixar dados de morada, número de passaporte, nome da esposa regime de casamento, etc.

Quando falamos no outro dia com alguém aqui no escritório, descobrimos que para que o reconhecimento de assinatura tenha validade na capital (Buenos Aires), temos de legalizar a assinatura. Então simpaticamente a nossa recepcionista lá ligou à escribania para pedir não só a certificação da assinatura, mas a legalização da mesma.

Este foi um processo de dois dias! :-)